Como criar um logo médico? Aprenda em 5 passos!

Tempo de leitura: 3 minutos

Agora que você já sabe a importância de um logo medico, chegou a hora de entender como criar um logo médico. Desta forma, você irá conseguir gerar credibilidade e profissionalismo aos seus pacientes. Para facilitar, coloquei todo o processo em 5 passos. Confira:

Como criar um Logo Médico?

1º Passo: Briefing

Diante da necessidade de ter um logo médico, o primeiro passo é procurar uma equipe de criação, encontrada em agências especializadas, e realizar uma reunião para tratar sobre o Briefing.

O briefing é um documento que irá basear todo o trabalho da agência e nele será identificado características do mercado e empresa, como:

• Especialidades do profissional da saúde/clínica, Histórico ou Currículo;

• Objetivos da campanha;

• Público alvo/Buyer persona;

• Concorrência;

• Cores a serem usadas ou evitadas;

• Referências ou preferências de estilos;

• Elementos que precisam estar presentes;

• Nome a ser usado na assinatura;

• E outras informações importantes para que a agência consiga criar um logo médico condizente com a missão, visão e valores da clínica ou consultório.

 2º Passo: Brainstorm e Estudo de Mercado

Com todas as informações do Briefing na posse da agência, será feito um brainstorming com toda a equipe e um estudo focado no mercado, empresa e concorrência. Com o resultado desse estudo, vamos ao próximo passo.

3º Passo: Definição de Fonte, Cor e Formas

Após conhecer todas as informações sobre o mercado e empresa, é hora de definir o planejamento a ser seguido para que a clínica ou consultório possa atingir seus objetivos através do logotipo médico.

Desta forma, a equipe de criação irá definir quais fontes, cores e formas a serem utilizadas para passar a imagem adequada.

Conheça um pouco sobre esses três elementos:

– Fontes: Cada tipo de fonte representa e passa um sentimento diferente para quem lê. Por exemplo, fontes serifadas, com traços e extensões ao final de cada letra, passam uma mensagem de tradicionalismo e sofisticação, além de terem uma melhor leitura em pontos físicos e impressos. Já a fonte sem serifa traz a sensação de clareza, leveza, suavidade e respiro, além disso é mais usada em ambiente online.

– Cores: As cores são capazes de criar uma infinidade de sensações e despertam diversos sentimentos. Diante do fato que as cores são poderosas, elas devem ser bastante estudadas antes de sua aplicação. Para conhecer um pouco mais sobre o que cada cor pode representar, veja este infográfico.

– Formas: Assim como a fonte e as cores, as formas também precisam ser pensadas para informar o conceito desejado e a missão, visão e valores de sua empresa. Veja o que as principais formas nos transmitem:

  • Triângulo: Harmonia, proporção e crescimento.
  • Quadrado: Racionalidade, objetividade e neutralidade
  • Círculo: Infinito, absoluto, Ilimitado e atemporal.

4º Passo: Aprovação

Depois das três etapas supracitadas, enfim temos o logo médico criado pela equipe de criação da agência. Porém, para que seja finalizada, é necessária a aprovação do cliente, no caso você que solicitou a arte. Caso algum elemento não tenha agradado, é realizada a refação para que fique exatamente da forma desejada.

 5º Passo: Entrega do Material

Com o material o material aprovado, o profissional da saúde, clínica ou consultório, irá receber os arquivos prontos para serem produzidos em gráfica e um Manual de Identidade Visual (MIV), que contém todas as informações e recomendações a serem seguidas na aplicação do logotipo em diversos materiais.

Quer desenvolver sua identidade visual com uma agência especializada? Nós, da Communicare Marketing Médico, podemos te ajudar.

Avaliação Gratuita - Marketing Médico

Artigos Relacionados:

Comentários

Comentários