Marketing Médico: O que é, conceito e tudo que você precisa saber

Tempo de leitura: 4 minutos

É inegável que o comportamento do paciente vem em constante mutação e a concorrência médica só aumenta. Diante deste cenário, médicos e clínicas precisam adequar-se e diferenciar-se. Uma das formas de se fazer isso é através das estratégias de Marketing Médico. 

Pensado em te ajudar, vamos explicar o que é e qual a importância do Marketing para Clínicas e Consultórios. Vamos lá:

Marketing:

Existem diversas definições sobre “O que é Marketing”. Porém, a mais atual e explicativa delas é a da AMA, American Marketing Association, redefinida em 2013. Entenda:

É o conjunto de atividades e processos com o objetivo de criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que gerem valor para o consumidor, cliente, parceiros e sociedade em geral.

Marketing Médico:

Não existe uma definição escrita por autoridades no tema e que seja específica para o Marketing Médico. Desta forma, podemos entender esta expressão como sendo a aplicação do conceito de Marketing no contexto Médico e dizer que:

Marketing Médico é o conjunto de atividades e processos que o médico realiza com o objetivo de criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que gerem valor para os pacientes, clínica, médico e sociedade em geral.

Mix de Marketing ou 4P’s:

Para ficar ainda mais claro, vamos exemplificar mostrando o Mix de Marketing ou os 4P’s do Marketing dentro do contexto médico. Veja:

O Mix de Marketing são os 4 elementos básicos que compõem qualquer estratégia de marketing: Preço, Praça, Produto, Promoção. Estas são as variáveis fundamentais que uma empresa deve realizar para atingir um determinado público-alvo.

Produtos ou Serviços:

Este ponto é importante pois deixa claro quais são as características do seu serviço que está sendo disponibilizado no mercado. No contexto médico, podemos verificar isso na personificação da máxima: “Você é sua marca”. Ou seja, é exatamente o que seu nome/marca transmite para o mercado e seus pacientes.

Fatores Importantes:

  •  Seu currículo;
  • Suas especialidades;
  • Qual sua performance durante uma consulta;
  • Como você trata os clientes durante e após a consulta.

Todos esses pontos formam as características do seu serviço que, se feitos com perfeição e cuidado, fidelizarão pacientes e farão com que você consiga novos através de indicações.

Praça:

Refere-se ao local que seu serviço será comercializado. Ou seja, no seu consultório ou clínica. Neste ponto, é muito importante atentar-se a vários fatores de modo a fazer com que a experiência do paciente na sua clínica seja boa e sem nenhum tipo de problema.

Fatores Importantes:

  • Localização;
  • Estacionamento;
  • Acesso para enfermos;
  • Treinamento com as recepcionistas;
  • Estrutura e conforto do consultório de forma geral;
  • O que será disponibilizado para o paciente, como água e gomas de mascar, por exemplo;
  • Ambientação que podem incluir os móveis, música ambiente e imagens a serem dispostas na TV;
  • E, um dos pontos mais importantes, a obtenção do feedback a fim de saber como foi a experiência do paciente no seu consultório. Desta forma, será possível refinar os processos que não estão corretos e, consequentemente, melhorar a experiência.

Promoção:

Refere-se às estratégias que serão utilizadas para a divulgação do seu serviço. As duas coisas mais importantes neste ponto, são: Estar aonde o seu público-alvo/persona está, com o conteúdo que ele quer consumir e na hora que ele precisa. Além disso, é necessário sempre obedecer e nunca ultrapassar as barreiras das Regras da Publicidade Médica do CFM.

Fatores Importantes:

  • Criar uma Identidade Visual;
  • Saber quem é o seu público-alvo/persona;
  • Estar online através de um Site Médico, Blog Médico e Mídias Sociais;
  • Criar e disseminar conteúdo de qualidade a fim de educar e criar autoridade diante dos usuários sobre o seu conteúdo. Afinal, as pessoas consomem de quem confiam. Isto pode ser feito através de Blogs Médicos, Ebooks Mídias Sociais;
  • Utilizar técnicas de SEO para posicionar seu site ou blog nos primeiros lugares dos buscadores (Google, Yahoo e Bing);
  • Enviar Emails Marketing como forma de disseminar seu conteúdo relevante e criar uma relação estreita com seu paciente.

Preço:

Refere-se ao valor e como será cobrado a consulta realizada. É bem normal que a precificação da sua consulta seja realizada após uma conversa com seu contador/setor financeiro. Porém, você pode fazer por si só tendo algum conhecimento sobre Custo e Margem de Lucro.

Fatores Importantes:

  • Ter conhecimento de Fluxo de Caixa para computar custos e ter noção de quanto deve ser cobrado por consulta;
  • Definir um valor justo que seja condizente com o tamanho do mercado, concorrência e percepção de valor dos seus pacientes;
  • Fornecer as mais diversas formas de pagamento para a comodidade dos pacientes.

Pronto! Agora você já sabe “O que é Marketing Médico”. Na próxima postagem, mostraremos o “Porquê de se fazer Marketing Médico”.

Ebook - Inbound Marketing Médico: Conquistando Pacientes.

Artigos Relacionados:

Comentários

Comentários