Saiba por que médicos e clínicas precisam de um Site Médico

Tempo de leitura: 4 minutos

É impensável, no mundo de hoje, estar fora da internet. É tanto que criaram-se várias máximas como: “Quem não está na internet, não existe”. Diante deste cenário, uma das principais formas de profissionais da saúde e clínicas se fazerem presentes neste meio digital, é através de um site médico. Neste post, vamos te mostrar a importância e os motivos de ter um site para clínicas e médicos. Vamos lá?

Importância de um Site Médico:

No Brasil, a internet já é o terceiro veículo de comunicação de maior alcance, perdendo apenas para a TV e o Rádio, e a perspectiva é de franco crescimento. Além disso, 93% dos processos de compra se iniciam com uma busca online.

Mas, você sabe para aonde vão todas as pessoas que fazem essas buscas na internet? A resposta deste questionamento é simples: os buscadores direcionam elas para sites, que contém todos os serviços, especialidades, currículo e contato do profissional da saúde ou para artigos de um blog que está ligado ao site.

Portanto, se você não tem um site pessoal médico, pode estar perdendo potenciais pacientes.

Para te ajudar, destacamos 6 motivos para mostrar a necessidade de um site médico para profissionais da saúde, clínicas ou consultórios. Confira:

1 – Disponibilidade 24 horas:

Diferente da sua clínica ou consultório, que tem hora para abrir e fechar, um site está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano. Desta forma, você irá sempre estar mostrando seu serviço e especialidades para quem faz buscas relacionadas à sua área.

2 – Visibilidade Global:

Além da inexistência das barreiras de tempo, na internet também não existem barreiras territoriais. Com isso, sua clínica ou consultório já não faz parte apenas do mercado local, e sim do mercado global. Isto quer dizer que, com um site pessoal médico, você estará disponível para ser visto por milhões de potenciais pacientes em todo o mundo.

3 – Promova seus serviços e especialidades:

Como já dissemos, 93% dos processos de compra se iniciam através de pesquisas em buscadores. Além disso, uma reportagem recente do fantástico afirmou que 5% das pesquisas do mundo, no Google, são relacionadas à saúde. Isso é muita coisa!

Portanto, ter um site médico é poder ser encontrado por todas essas pessoas que buscam informações relacionadas à sua área e promover seus serviços e especialidades.

4 – Serviço ao paciente:

O Atendimento com excelência e atenção configuram um dos pilares básicos para a retenção de pacientes. E você não consegue fazer isso só no seu consultório ou clínica, é possível realizar estas atividades no seu site. Ao fornecer formulários de contato, respostas para perguntas frequentes e agendamento online, você consegue melhorar o seu serviço de forma eficiente.

O espaço para contato é o local onde os pacientes poderão enviar mensagens para tirar dúvidas em geral, como o preço do serviço, por exemplo. Porém, fique sempre atento e responda os questionamentos com rapidez.

Já o local de respostas para perguntas frequentes antecipa possíveis questões de pacientes e diminuem o tempo do processo de marcação de consultas.

Além disso, é possível disponibilizar o agendamento online para os pacientes. Desta forma, você terá, em tempo real, a sua agenda com as consultas marcadas e desmarcadas, diminuirá as reclamações do agendamento telefônico e irá fornecer comodidade aos pacientes.

5 – Apresente seus serviços e especialidades profissionalmente:

Um site bem arquitetado, com informações estruturadas e organização geram uma incrível credibilidade e demonstram profissionalismo.

Além disso, é muito importante que seu site médico tenha responsividade, que é a adaptação para qualquer tamanho de tela, para que o visitante tenha uma boa experiência independente do dispositivo que acessar seu site.

Por esses motivos apresentados, é que você deve contratar uma agência especializada para fazer seu site. Afinal, da mesma forma que um bom site gera confiança, um péssimo traz exatamente o oposto.

6 – Supere sua concorrência:

Seus concorrentes tem site médico?

Se sim, já está mais do que na hora de você fazer um também. Neste caso, é dever da agência realizar um benchmarking, que é análise da concorrência para avaliar quais oportunidades você pode aproveitar e/ou aperfeiçoar dos seus concorrentes.

Caso eles não tiveram ainda, é a sua oportunidade de sair na frente no seu mercado e ser o primeiro na sua área a ter um site médico.

Ufa! São muitos pontos positivos e importantes de um site pessoal médico. Portanto, para que você pare, de uma vez por todas, de perder pacientes que estão à procura do seu serviço e especialidades, tenha um site médico profissional, seja encontrado e conquiste mais pacientes.

Porém, antes de fazer um site médico, é essencial que você saiba os principais cuidados para que sua estratégia realmente dê o resultado esperado. Ficou curioso? Então confira como deve ser um bom site para clínicas e médicos.

Ebook - Inbound Marketing Médico: Conquistando Pacientes.

Artigos Relacionados:

Comentários

Comentários